Curitiba se prepara para eventos da ONU

quinta-feira 9 de fevereiro de 2006 por Orlando Kissner/SMCS

Profissionais da educação municipal que atuam nas escolas, creches e centros municipais de atendimento especializados (CMAES) de Curitiba estão participando de cursos sobre os eventos que a Organização das Nações Unidas (ONU) promoverá em Curitiba no mês de março e que vão concentrar na cidade representantes de 178 países.

O treinamento, organizado pelas secretarias municipais da Educação, Meio Ambiente, Instituto Municipal de Turismo e UNILIVRE, acontece no Centro de Capacitação Profissional dos Professores, no centro da cidade, e no mezanino do edifício Delta, no Alto da Glória.

Cerca de mil professores deverão assistir às palestras, de três horas de duração, que estão sendo proferidas separadamente para turmas de 50 participantes cada. Ao final do ciclo, as informações deverão chegar à cerca de 9,4 mil profissionais da rede municipal de educação. "O grupo está sendo preparando para atuar como multiplicador entre os demais colegas de profissão e entre os alunos", explica a geógrafa e analista ambiental da Secretaria Municipal da Educação, Elaine Guedes Nunes.

No treinamento, os professores, pedagogos e educadores conhecem detalhes sobre a 8ª Conferência das Partes sobre Diversidade Biológica (CPO8) e o 3° Encontro das Partes sobre o Protocolo de Cartagena de Biossegurança (MOP3) e aprofundam conhecimentos sobre biodiversidade e biossegurança, sobre a atuação da ONU e sobre as razões que levaram Curitiba ser escolhida para sediar as conferências.

Outra informação repassada na capacitação é sobre a utilização da cartilha "EDADISREVIDOIB! O segredo da Vida", material produzido pela Secretaria Municipal da Educação, em parceria com a empresa de telefonia celular Vivo, para subsidiar os trabalhos em sala de aula com os alunos.

Sistematização - Segundo Eliane Guedes Nunes, com as informações repassadas pelos participantes do curso, os demais professores e educadores da rede municipal irão trabalhar a questão da biodiversidade com seus alunos e terão mais subsídios para incrementar ações e atividades de educação ambiental, assunto que frequenta todas as áreas do conhecimento.

"Como professores, temos o dever não apenas de explicar aos nossos alunos que Curitiba estará no centro do mundo durante os eventos de março, mas também de orientá-los sobre as questões de meio ambiente", avaliou o professor de Educação Física Luis Alfredo Spieker dos Santos, que acabou de ingressar na rede municipal.

Luis Alfredo pertence ao grupo de 1.066 novos professores aprovados no concurso público realizado em julho do ano passado e contratados pela Prefeitura neste ano. Também está entre os primeiros professores que participam do treinamento sobre biodiversidade e biossegurança.

Atuando há seis anos como professor, ele acredita que existem diferentes formas de trabalhar estes assuntos com as crianças. "Mesmo nas atividades de educação física, poderemos incluir o tema que estará sendo discutido na cidade por diferentes setores. O curso está nos ajudando a entender como nosso trabalho será desenvolvido na escola", disse Luis Alfredo.

Além dos professores municipais, grupos de taxistas e agentes do BPTRAN já iniciaram a participação em cursos semelhantes. As palestras são montadas conforme as características e funções das atividades de cada um dos grupos. Até março, fiscais de trânsito, agentes públicos, guardas municipais, universidades e escolas particulares deverão participar do treinamento.

Assinaturas: 0

Fórum

Associação Civil Alternativa Terrazul,

Rua Goiás No 621. Bairro: Pan-Americano. Cep: 60441000 Fortaleza - Ceará - Brasil

E-mail: alternativa.terrazul@terra.com.br tel: + 55 85 32810246

Alternatives International

Data Nome Mensagem