Grupos trabalham até amanhecer o dia para aprovar propostas do texto-base

quarta-feira 14 de dezembro de 2005 por Zacharias Bezerra de Oliveira

Grupos trabalham até amanhecer o dia para aprovar propostas do texto-base

Conflitos de interesse impediram que alguns grupos conseguissem terminar de discutir e aprovar todas as propostas do texto-base para levar para a plenária final. Um dos mais prejudicados foi o grupo Biodiversidade e Florestas, cujos trabalhos se estenderam desde início da manhã do dia 12 até as 4 horas da manhã do dia 13. Alguns empresários chegaram a criticar os representantes dos movimentos ambientalistas, alegando que todos queriam “transformar o país em uma grande Unidade de Conservação” (UC). Por conta dessas diferenças as propostas não puderam ser sistematizadas a tempo de serem rodadas na Gráfica para o início dos trabalhos na Plenária Final. Estava criada uma nova polêmica.

Foi muito trabalho apenas para deliberar se a Plenária se iniciaria pelo grupo dois, Qualidade Ambiental nos Assentamentos Humanos, cujo texto impresso estava já disponível, ou pelo grupo um, Biodiversidade e Florestas, com acompanhamento através do telão. Venceu a segunda proposta, após mais de uma hora de tumultuada votação, precisou ser contada e recontada. O grupo quatro, Desenvolvimento Sustentável, conseguiu aprovar todas as propostas e moções, mas seus trabalhos se estenderam até uma hora da madrugada de ontem, dia 13.

Delegação do Ceará é destaque

A atuação da delegação cearense na II CNMA foi considerada positiva na opinião de alguns delegados e delegadas ouvidos pelo Terrazul, desde a participação proativa nas discussões dos grupos e o acompanhamento do andamento dos trabalhos até o final dos mesmos. O ponto culminante deu-se logo na abertura da Conferência quando a delegada da sociedade civil, Dolores Feitosa, foi convidada para a mesa de abertura e rponunciou um magstral discurso, interrompido por palmas diversas vezes e aplaudida de pé ao seu final por um plenário lotado de congressistas de todos os matizes.

Dolores Feitosa, viúva de histórico ambientalistas cearense, de Tauá, conhecido no meio como Feitosinha, além de ativa participação no Grupo Desenvolvimento Sustentável, também foi convidada para a mesa para os trabalhos iniciais da Plenária Final.

Tereza Farias, da Secretaria Estadual da Ouvidoria do Meio Ambiente, representante do Governo na II CNMA, que já participara da I Conferência em 2003, declarou ao Terrazul houve um salto de qualidade do ponto de vista de organização e infra-estrutura nesta Conferência. Tereza destacou, especialmente, o espírito profissional e diligente de Edilene Américo, da equipe do MMA.

O coordenador geral da II CNMA, Pedro Ivo Batista, foi incansável no atendimento das demandas que lhe chegavam com todos os sotaques, exigências e urgências e se deslocou com agilidade pelos diversos locais da Conferência no Marina Hall, em Brasília. Se houve falhas, não foi por falta de vontade de acertar, mas porque nós seres humanos não somos perfeitos e também porque costumamos ser rigorosos demais quanto às obrigações de outros e condescendentes demais conosco. Como é possível passar horas em uma fila para receber um livro, ou se digladiando para receber uma camiseta, enquanto importantes temas estão sendo discutidos em seus grupos?

Mas o que causa mais espanto, é ver ambientalistas fumando. Com certeza, eles não sabem que o filtro docigarro é revestido com acetato de celulose, que torna difícil a sua decomposição e que no Brasil se consomem 140 bilhões de cigarros (Trigueiro. 2005).

Imprensa

A equipe de comunicação do Ministério, Christiane Telles, Marcus Sá e Michelle Rusche, cuidou de forma profissional e atenciosa da Assessoria de Imprensa da II CNMA. Infelizmente, a mídia impressa local não deu muita importância ao acontecimento. Restou a cobertura feita pela Agência Adital, em parceria com o Terrazul, e de outras mídias que colocam o seu material na Internet e que também mandaram jornalistas para a cobertura da Conferência. O diretor da Adital, Ermanno Allegri, participou do debate Mídia, Política Ambiental e Opinião Pública, realizado durante o encontro, pelo Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais (FBOMS).

Assinaturas: 0

Fórum

Associação Civil Alternativa Terrazul,

Rua Goiás No 621. Bairro: Pan-Americano. Cep: 60441000 Fortaleza - Ceará - Brasil

E-mail: alternativa.terrazul@terra.com.br tel: + 55 85 32810246

Alternatives International

Data Nome Mensagem