Congresso traz jornalistas de nove países e 18 estados brasileiros

terça-feira 11 de outubro de 2005 por Zacharias Bezerra de Oliveira

A prática cotidiana do jornalismo e a vertente da sustentabilidade ambiental nas pautas jornalísticas serão alguns dos temas que deverão animar as tardes dos dias 12, 13 e 14 de outubro no SESC Santos, quando estará acontecendo o 1º Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental. Profissionais que atuam em jornais, emissoras de rádio e televisão, internet, assessorias de imprensa de empresas, governos e ONGs, além de especialistas em meio ambiente estão chegando de nove países e 18 estados brasileiros para debater a presença do meio ambiente na mídia e nos processos de comunicação de massa, marketing e nas práticas de comunicação institucional.

São esperados cerca de mil profissionais e estudantes, que terão a oportunidade de conhecer, pessoalmente, alguns dos mais importantes nomes do jornalismo ambiental brasileiro e do mundo. Vilmar Berna, ganhador do Prêmio Global 500 das Nações Unidas, Juarez Tosi, editor da EcoAgência, uma das mais tradicionais agências de notícias ambientais do Brasil, João Batista Santafé, moderador da Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais, Ricardo Garcia, jornalista que atua em Portugal e é co-fundador e membro da direção da Associação de Repórteres de Ciência e Ambiente (ARCA na Europa, Maria Amparo Lasso, há dez anos diretora do Projeto Terramérica para a América Latina, um suplemento ambiental feito no México e que circula semanalmente em mais de 10 países latino-americanos, Adalberto Wodianer Marcondes, editor da Agência Envolverde, o mais antigo site de jornalismo ambiental do Brasil, Wilson Bueno, um dos mais atuantes professores de jornalismo com trabalhos na área ambiental, Bill Hinchberger, foi correspondente no Brasil para o jornal The Financial Times de Londres e para a revista norte-americana Business Week, Mara Régia que apresenta o Programa Natureza Viva pela Rádio Nacional da Amazônia, indicada pelo Projeto Mil Mulheres ao Prêmio Nobel da Paz 2005 e mais centenas de profissionais que fazem parte da Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais.

Este encontro de profissionais e estudantes de comunicação tem um caráter de debate e formação dos profissionais que tem como tarefa diária repassar para a sociedade os fatos que impactam a vida e as decisões de todos. O Brasil, como país detentor da maior diversidade biológica do mundo, e guardião de grande parte das águas doces e florestas do planeta, tem de ter jornalistas capazes de compreender esta realidade e dar à sociedade a real dimensão de sua responsabilidade.

Atualmente, a cobertura ambiental não é apenas um tema relacionado aos vetores tradicionais. Ganha importância geopolítica quando se trata da Amazônia, econômica quando a questão é ligada a atividades empresariais, sociais, quando as populações são atingidas e uma gama cada vez maior de nuances. A Bolsa de Valores de São Paulo (e a de Nova York também) já está operando um indicador de sustentabilidade empresarial. Bancos e seguradoras já estão atuando com estes indicadores para reduzirem seus riscos em operações de crédito e de seguros.

A formação do jornalista para atuar neste novo cenário está entre os temas a serem desenvolvidos em vários dos painéis que serão apresentados em Santos. Este evento conta com o patrocínio da Petrobras, da Cavo, da Fundação Boticário e do Ministério do Meio Ambiente. A Realização é da Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais, do Núcleo Paulista de Jornalistas Ambientais, do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul e da Agência Envolverde.

Abertura - Dia 12 de outubro, às 15h30, haverá a solenidade de abertura, com a presença do ministro interino do Ministério do Meio Ambiente, Claudio Langone; autoridades ambientais do Estado de São Paulo e da Baixada Santistas e jornalistas dos principais veículos de comunicação da Região. Haverá também o espetáculo "A FESTA DOS PESCADORES". Inspirado na poesia Cantos do mar, de Dorival Caymmi, o espetáculo de dança recria a vida de uma comunidade de pescadores em seus momentos de trabalho, religiosidade e festa, revelando a relação com o ambiente onde vivem.

A entrara para a Solenidade de Abertura do 1º Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental é franca.

Serviço: Onde: SESC Santos Quando: 12 de outubro, 16 horas - Solenidade de abertura; 13 e 14 de outubro, de 13h30 às 22 horas mesas de debates e seminários.

Coordenação geral do evento: Nilda Rodrigues e Adalberto Marcondes

Mais informações: Assessoria de Imprensa Daniela Vianna: 96586365 Milene Gonçalves: 8225 9368 Inscrições e informações adicionais no site: www.jornalistasambientais.com.br

Assinaturas: 0

Fórum

Associação Civil Alternativa Terrazul,

Rua Goiás No 621. Bairro: Pan-Americano. Cep: 60441000 Fortaleza - Ceará - Brasil

E-mail: alternativa.terrazul@terra.com.br tel: + 55 85 32810246

Alternatives International

Data Nome Mensagem