Quem escreve o quê sobre o meio ambiente?

terça-feira 20 de setembro de 2005

O resultado da análise de sete edições do Premio de Reportagem sobre Biodiversidade serão anunciados no Primeiro Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental, de 12 a 14 de outubro próximo. uma realização da Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais, do Núcleo Paulista de Jornalistas Ambientais, do Núcleo de Ecojornalistas e da Agência Envolverde. Pelo menos três jornalistas cearenses estão confirmados como palestrantes no Congresso. A jornalista Maristela Machado Crispim, do Diário do Nordeste, que escreve uma página semanal sobre Gestão Ambiental, no Caderno de Negócios, fará sua palestra dia 13 de outubro, às 19 horas, no Seminário "Empresas e Comunicação Ambiental"; Zacharias Bezerra de Oliveira, assessor de comunicação da Associação Alternativa Terrazul, falará sobre "Mídia e Consumo Consciente", dia 14 de outubro, às 13 horas, e Edgard Patrício, responsável pela coluna Ecologia, no caderno semanal Ciência & Saúde, do jornal o Povo, no painel “O Jornalismo Ambiental no Nordeste” no dia 14, às 15 horas. Mais Informações sobre o evento no site: www.jornalistasambientais.org.br.

Reportagem sobre Biodiversidade

Uma iniciativa da Conservação Internacional, da Federação Internacional de Jornalistas Ambientais (IFEJ), do Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ) e da Fundação Biodiversidade do Ministério de Meio Ambiente da Espanha, desde 1999, o Prêmio Reportagem sobre Biodiversidade já organizou 39 concursos em dez países. Mais de 1.300 reportagens foram inscritas. Esse farto material inspirou os organizadores do concurso internacional a realizar uma análise detalhada para avaliar os temas abordados e a perspectiva da cobertura ambiental. "Precisamos melhor compreender o que está sendo escrito pelos jornalistas que cobrem o meio ambiente em alguns dos países mais ricos em biodiversidade", ressalta Haroldo Castro, vice-presidente de comunicação da Conservação Internacional e diretor executivo do concurso. "O diagnóstico identificou algumas tendências importantes, assim como surpresas, como, por exemplo, o amplo envolvimento dos meios de comunicação que não se concentram nos grandes centros urbanos ou capitais", complementou.

Os resultados da análise serão anunciados por Castro durante o Primeiro Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental, no seminário "Jornalismo para o Desenvolvimento" a ser realizado em uma das salas do SESC-Santos. "Consideramos importante que esses dados, em sua maioria sobre a América Latina, sejam discutidos com jornalistas brasileiros. Um dos objetivos do Congresso é fomentar uma maior interação entre os profissionais do continente, uma vez que nossos desafios são comuns", explicam Nilda Rodrigues e Adalberto Marcondes, ambos da coordenação geral do Congresso. Jornalistas ambientais da Bolívia, Colômbia, Equador e Peru estão convidados para participar do evento em Santos.

A Conservação Internacional

Uma das ONGs ambientais que apóia essa primeira reunião nacional dos jornalistas ambientais brasileiros, a Conservação Internacional (CI), participará das seguintes atividades durante o Congresso.

Oficina "Comunicação Eficiente para ONGs", dia 12/10 (das 13 h às 15:30 h) e dia 14/10 (das 9 às 12 h), no Hotel Atlântico, em Santos, SP. Participam Isabela Santos (gerente de comunicação da CI-Brasil) Ana Ligia Scachetti (coordenadora de comunicação da SOS Mata Atlântica) e Silvia Marcuzzo (assessora de comunicação da Rede de ONGs da Mata Atlântica).

Painel "Amazônia, Pantanal, Cerrado e Mata Atlântica", dia 13/10 (das 13:30 h às 15:30 h) no SESC-Santos. Participa o biólogo Lucio Bedê (coordenador do programa Mata Atlântica da CI-Brasil), abordando a Mata Atlântica

Painel "Produção de Documentários Ambientais", dia 13/10 (das 15:40 h às 17:40 h) no SESC-Santos. Participa Haroldo Castro (vice-presidente de comunicação da CI), apresentando clips de vídeos produzidos pela CI para campanhas ambientais.

Seminário "Jornalismo para o Desenvolvimento", dia 14/10 (das 13 h às 15 h) no SESC-Santos. Participa Haroldo Castro, apresentando os resultados do Prêmio de Reportagem.

O Prêmio de Reportagem sobre Biodiversidade foi organizado em 2005 em oito países, recebendo um número recorde de inscrições: 409. No Brasil, o concurso enfoca apenas o bioma Mata Atlântica, porém inclui a categoria Televisão. As inscrições para o concurso 2006 terão início em janeiro próximo. Mais informações no site www.premioreportagem.org.br.

Contatos:

Milene Gonçalves: (11) 3673.9241 (14h às 17h30 c/ Milene), pelo site ou pelo e-mail congressoambiental2005@yahoo.com.br.

Isabela Santos (Conservação Internacional) (31) 3261-3889 - i.santos@conservacao.org

Assinaturas: 0

Fórum

Associação Civil Alternativa Terrazul,

Rua Goiás No 621. Bairro: Pan-Americano. Cep: 60441000 Fortaleza - Ceará - Brasil

E-mail: alternativa.terrazul@terra.com.br tel: + 55 85 32810246

Alternatives International

Data Nome Mensagem