Terrazul completa seis anos

sexta-feira 29 de abril de 2005

Criada em 29 de abril de 1999, por um grupo de sindicalistas que coordenavam áreas relacionadas a questões ambientais em seus respectivos sindicatos, a Associação Civil Alternativa Terrazul articulou-se com entidades ambientalistas para participar de campanhas em defesa do meio ambiente no Ceará.

Em 2000, foram iniciadas parcerias com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Marco, Ceará, com a Fundação Cultural Educacional Popular em Defesa do Meio Ambiente (Fundação Cepema) e Alternatives, uma organização canadense, voltada para o desenvolvimento, a solidariedade, a justiça e a igualdade nas relações entre os indivíduos e as comunidades tanto ao norte como ao sul.

Em 2001, firmou parcerias com a Federação dos Trabalhadores em Comércio e Serviço do Estado do Ceará para o Programa Educação para a Cidadania, realizando cursos de educação ambiental para trabalhadores e moradores de bairros da grande Fortaleza e zona litorânea do Ceará.

Em 2002, filiou-se à Rede Brasileira para a integração dos Povos (Rebrip).

Em 2003, participou do Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, realizando oficinas sobre cultura e meio ambiente e uma ampla discussão sobre o ecossocialismo.

Em 2004, realizou oficinas, seminários, palestras, shows e teatro de boneco, dentro das atividades do Programa de Olho no Ambiente, patrocinado pela Petrobrás.

Em 2005, deu continuidade ao Programa de Educação Ambiental para Consumidores Conscientes, realizando seis oficinas em Fortaleza, e um programa de rádio sobre Consumo Sustentável. Participou também como instituição organizadora do II Encontro Nacional e do Seminário Internacional de Agendas 21 Locais, no Fórum Social Mundial 2005, em Porto Alegre.

O Programa de Rádio e as Oficinas foram estendidas para o interior do Ceará: Maranguape, Baturité, Senador Pompeu, Tianguá, Quixadá, Iguatu, Juazeiro/Crato e Sobral.

A organizaçăo sócio-ambiental Terrazul recebeu, na ocasião de sua fundação, o nome de Instituto Terrazul, mudando, por decisão da Assembléia de sócios, realizada dia 23 de março de 2005, para Associação Alternativa Terrazul. Atualmente, está sediada em Fortaleza, no Estado do Ceará, Brasil, à rua Dr. Ratisbona, nº 72, CEP 60411-220.

A Associação Alternativa Terrazul é filiada ao Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (FBOMS), onde coordena o Grupo de Trabalho Comércio e Meio Ambiente. E também integra a Coordenação Nacional da Rede Brasileira para a Integração dos Povos (REBRIP), capítulo brasileiro da Aliança Social Continental (ASC). É integrante da Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais, da Rede Terra do Futuro (Suécia), da Rede Brasileira de Justiça Ambiental, do Fórum em Defesa da zona Costeira do CE, do Fórum Cearense do Meio Ambiente, do Fórum pela Vida no Semi-Árido e da Rede de ONGs da Mata Atlântica.

Sua missão é contribuir para uma reflexăo sobre o futuro da humanidade, enquanto cidadăos e cidadãs e enquanto espécie habitante do planeta terra; Ampliar o debate sobre os problemas ambientais, relacionando-os às suas causas econômicas e políticas; Fortalecer a luta por uma vida digna, por um futuro saudável e por um novo modelo de civilizaçăo que respeite a diversidade étnica, cultural, biológica de cada indivíduo e de cada sociedade; Buscar a construçăo de uma sociedade sustentável, fundamentada em uma concepçăo sistêmica da vida em que todos os fenômenos físicos, psicológicos, sociais e culturais se interrelacionam; Atuar através de alianças com outras entidades ambientalistas, sindicatos de trabalhadores, associaçőes comunitárias, instituiçőes científicas nacionais e internacionais na consecuçăo desses objetivos.

O Programa de Consumo Sustentável, realizad pela Associação Alternativa Terrazul, em nove regiões do Estado do Ceará, visa conscietizar a população, através de oficinas, programas de rádio e curso web sobre o Consumo Sustentável. O seu objetivo maior é a implementação da Liga de Consumidores Conscientes. Fato que será consumado durante o I Encontro de Consumidores Conscientes do Ceará, nos próximos dias 20, 21 e 22 de maio de 2005, no SESC de Iparana, Ceará.

O Programa Gênero, Produçăo e Natureza, realizado pela Associação Alternativa Terrazul, no Município de Marco/CE, desenvolve atividades voltadas para a agricultura ecológica e de ampliação da participação feminina na produção e comercialização do caju.

O Programa Fala Favela, em andamento na cidade de Fortaleza/CE, em aliança com a Centro de Educação Popular e Estudos de Meio Ambiente (CEPEMA) e o Movimento Cultura de Rua (MCR). Tem como objetivo ampliar a participação dos jovens na sociedade, através da cultura da conscientização sócio-ambiental. As principais atividades do Programa são a TV Cultura de Rua, as Oficinas de divulgação da Cultura Hip Hop e Cursos sobre Ecologia Social.

O Programa Juventude e Meio Ambiente, em andamento no Estado do Ceará, em parceria com a Juventude Ecotopia, desenvolve cursos de Ecologia Social voltados para jovens secundaristas, universitários, moradores da periferia e trabalhadores e trabalhadoras rurais.

O Programa Gênero e Meio Ambiente realiza, no Estado do Ceará, cursos, palestras e reflexões sobre o tema Gênero e Meio Ambiente, disseminando no conjunto dos mivimentos sociais a consciência de que a luta ecológica integra-se à luta pelo feminino.

O Projeto Agenda 21 Local realiza estudos e atividades relacionados à Carta da Terra, cuida da organizaçăo e participaçăo de Campanhas em defesa da natureza, dos parques públicos, por um Ceará Livre de Transgênicos, para o consumo sustentável, pelo uso de energias renováveis e Campanhas contra a ALCA A Diretoria está composta atualmente por Raquel Rigotto – Presidente, Antônio Eurípedes Funes - Diretor Administrativo, Adelaide Gonçalves - Diretora Técnica, Maria do Socorro Gonçalves - Secretária Executiva, e Neusa Barbosa - Secretária Executiva. E-mail: insterra@matrix.com.br alternativaterrazul@terra.com.br http:/www.terrazulm2014.net

Oficinas debatem Consumo Sustentável

O Programa de Educação Ambiental Consumo Sustentável, realizado pela Associação Alternativa Terrazul, com o apoio da Secretaria de Direitos Econômicos (Ministério da Justiça) e do Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos, visa fomentar o debate sobre novos padrões culturais e de consumo e de um modelo de desenvolvimento que forme indivíduos com consciêcia ambiental para integração de todos na busca de uma sociedade sustentável. Para tanto, foram realizadas oficinas sobre Consumo Sustentável em Fortaleza e sua Região Metropolitana, Maranguape, Iguatu, Juazeiro do Norte, Sobral, Quixadá, Senador Pompeu, Tianguá e Baturité. As oficinas contaram com a participação de 776 pessoas, que discutiram sobre a importância de uma organização de consumidores conscientes para defender os interesses dos seres humanos e da biodiversidade.

Os participantes das oficinas discutiram sobre o que é ecologia, quais as suas características , as várias concepções do pensamento ecológico, o atual modelo de desenvolvimento, a ideologia do crescimento ilimitado, a ordem destrutiva do Capitalismo, a Crise Ambiental Global, Principais características, a busca de uma sociedade sustentável, Agenda 21, o que é Consumo e Consumidor, Consumo Sustentável, Movimentos Sociais, emergência e necessidade de uma organização de Consumidores no Brasil e no Ceará, sobre algumas experiências no mundo, a construçã de uma proposta do Programa de Educação Permanente para Formação de uma Liga de Consumidores Conscientes no Ceará

Informações: Associação Alternativa Terrazul - Rua Dr. Ratisbona, 72 - Bairro Fátima - CEP 60.411-220 - Fortaleza – Ceará – Brasil - Fone (85) 3272.3613 - (85)3272-9352 site: www.terrazul.m2014.net - e-mail: insterra@matrix.com.br

Assinaturas: 0

Fórum

Associação Civil Alternativa Terrazul,

Rua Goiás No 621. Bairro: Pan-Americano. Cep: 60441000 Fortaleza - Ceará - Brasil

E-mail: alternativa.terrazul@terra.com.br tel: + 55 85 32810246

Alternatives International

Data Nome Mensagem